Igreja Adventista no Sul do Brasil exporta 1 milhão de livros para país africano

Sede da Igreja Adventista para o Sul do Brasil (União Sul-Brasileira) doou um milhão de exemplares do livro "A Única Esperança" para Angola em 2014.

Sede da Igreja Adventista para o Sul do Brasil (União Sul-Brasileira) doou um milhão de exemplares do livro “A Única Esperança” para Angola em 2014.

A literatura exerceu um papel fundamental no contexto do surgimento da Igreja Adventista no Brasil. Numa época em que a página impressa era raridade no País, os livros e revistas enviados pela Igreja mundial para colônias alemãs do Sul do Brasil, a partir do final do século 19, encontraram corações sedentos pelo evangelho. Hoje, é o Brasil que exporta literatura evangelística para outros países. Uma dessas doações aconteceu neste ano, quando a sede da organização para os Estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul (União Sul-Brasileira), enviou 1 milhão de exemplares do livro A Única Esperança para Angola. Também foram encaminhadas 10.896 Bíblias, além de estudos bíblicos, folhetos, hinários e outros materiais que serão usados em projetos missionários nas ilhas africanas de São Tomé e Príncipe.

Jornalista é batizado e cria pequeno grupo na própria casa

Jornalista é batizado e cria pequeno grupo na própria casa

Lucas Wilches durante o batismo. Agora, ele lidera um pequeno grupo com 20 pessoas

Há cerca de um ano, a comunidade adventista Nova Semente, localizada no centro da capital paulista, organizou seis pequenos grupos. Entre os participantes, estava o jornalista Lucas Wilches e sua noiva, a analista de recursos humanos Adriana Vinhas. Após um tempo frequentando regularmente essa comunidade de pessoas com o objetivo de crescer na experiência cristã, o casal optou pelo batismo. Não obstante, Lucas passou a liderar um pequeno grupo em sua própria casa, que recebe em média 20 pessoas a cada reunião (conheça a história de Lucas no vídeo).

De acordo com Felipe Tonasso, pastor da comunidade adventista Nova Semente, Lucas, apesar de ser recém batizado, não é um líder para o futuro, sim para agora. O pequeno grupo que Lucas criou é um dos 17 que surgiram a partir dos 6 que foram formados no ano passado pela Nova Semente.

Seguem preparativos para o Dia da Multiplicação de Pequenos Grupos

De 21 a 25 de julho aconteceu a semana "Vida em Comunidade", na sede sul-americana da Igreja.

De 21 a 25 de julho aconteceu a semana “Vida em Comunidade”, na sede sul-americana da Igreja.

No sábado, 9 de agosto, acontecerá uma programação especial em todas as Igrejas Adventistas sul-americanas, será o Dia da Multiplicação de Pequenos Grupos. Segundo o líder de Ministério Pessoal da Igreja Adventista do Sétimo Dia para a América do Sul, pastor Everon Donato, “a meta é crescer de 70 mil para 77 mil Pequenos Grupos”. Nascidos com o objetivo de proporcionar atendimento pastoral, uma comunidade relacional e mobilização dos membros para o cumprimento da missão, os Pequenos Grupos são uma ideia bíblica, vivenciada no Antigo e Novo Testamentos.