Header Ministério Jovem

Ministério Jovem

como-vi-a-reforma-protestante-500-anos-depois

Foto: Shutterstock

Como dou palestras em vários encontros de adolescentes e jovens, um assunto sempre é bastante requisitado: FICAR. A expressão não faz referência ao conhecido verbo “ficar”, que significa “permanecer num lugar”, mas também carrega uma bagagem de estagnação, e até mesmo de retrocesso. Estou falando de relacionamento sem compromisso — daquele sem planejamento, sem exigências, sem obrigações, sem cobranças. Acredite, por mais positivas que estas palavras pareçam, levam consigo um resultado destruidor. Se você já entregou seu coração, um pouquinho que fosse, a uma experiência descomprometida, sabe bem do que estou falando. E aí, como você fica após ficar?

Não pense que estou me colocando numa posição superior a você, como se estivesse dando lições de moral. Num video especial no meu canal no YouTube, o Bonita Adventista, contei meu relato pessoal e sincero sobre as formas que já coloquei meu coração em jogo, sem medir as consequências, sem ouvir os conselhos dos meus pais, sem considerar os planos de Deus. O resultado foi uma coleção de cicatrize na alma.

Pela primeira vez em dez anos, prova da residência médica da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Botucatu, é aplicada em horário alternativo para guardadores do sábado
Testemunho na universidade

Estudantes adventistas que fizeram a prova da residência médica na Unesp, campus de Botucatu (SP). Crédito: Andressa Cândido / arquivo pessoal

No último sábado (25), estudantes adventistas comemoraram o que foi considerado por eles um fato histórico: a possibilidade de realizar a prova da residência médica da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Botucatu, em horário alternativo. Há pelo menos dez anos o exame era realizado aos sábados e não havia permissão para a prestação alternativa.

Apesar das dificuldades de logística, tendo em vista que o exame é realizado em duas etapas (uma prática e outra teórica) e demanda a participação de muitos funcionários, neste ano a universidade pública decidiu se adequar para atender essa minoria.

A estudante adventista Andressa Liz Cândido foi uma das pessoas que lutaram para ter o direito assegurado. Ela e outros alunos buscaram apoio de líderes da igreja para a formulação de uma carta que foi submetida à comissão organizadora da prova da residência médica em julho. No documento, foram apresentadas as razões da guarda do sábado e os princípios constitucionais que garantem a liberdade religiosa. A surpresa veio no fim de setembro, com a publicação do edital.

Logo Vida Por Vidas

O Projeto Vida por Vidas tem como objetivos:

1 - Conscientizar os cidadãos para o hábito de doar, suprindo assim a demanda dos estoques de sangue nos hospitais e hemocentros.

2 - Atingir e envolver a mobilização e a participação de voluntários para a doação de sangue e hemoderivados, em hospitais e hemocentros de oito países da América do Sul: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai.

Como parte integrante desse projeto, os Jovens da IASD do Jd Colonial - São Paulo - SP - Brasil, estará fazendo mais um mutirão de doação de sangue. Você que quer se integrar nessa causa cristã, veja os dados abaixo e participe!!